Neoenergia Brasília leva cidadania para mais de 27 mil famílias por meio do Energia Cidadã


Além de combater ligações irregulares, distribuidora traz qualidade, confiabilidade e segurança ao fornecimento de energia do Distrito Federal 

 

A Neoenergia Brasília segue com as ações do Energia Cidadã, iniciativa que busca proporcionar mais segurança e sustentabilidade nas comunidades em que o fornecimento de energia foi regularizado. Atualmente, o projeto realiza ligações para as famílias que moram no Sol Nascente e no Morro da Cruz, em São Sebastião, e são beneficiadas com o fornecimento de energia regular, com qualidade, confiabilidade e segurança, saindo definitivamente da ilegalidade. 

A distribuidora tem atuado diariamente no combate ao furto de energia elétrica. No primeiro ano de atuação em Brasília, a concessionária recuperou mais de 205,20 Gigawatt-hora (GWh) - suficiente para abastecer todos os clientes residenciais (aproximadamente 950 mil) do Distrito Federal durante um mês inteiro - em ações diárias em todo o Distrito Federal, impactando positivamente também, na segurança da população e na qualidade do fornecimento. 

Além das inspeções em unidades consumidoras de média e baixa tensão, em busca de fraudes ou defeitos no sistema de medição, a companhia atingiu esse volume de energia realizando também mais de 27 mil ligações em áreas que não tinham medição no último ano, como por exemplo, Gama, Arniqueira e Sol Nascente. São clientes que antes utilizavam o serviço de forma irregular, ligados diretamente na rede de distribuição, sem nenhum tipo de medição, segurança ou garantia de qualidade. 

Essas ações têm um impacto considerável na energia que chega à casa das pessoas. “Ao regularizamos um cliente, buscamos fornecer informações sobre o uso consciente e seguro da energia, com a possibilidade de até 65% de desconto na fatura por meio da Tarifa Social. Para nós, a regularização é tão importante quanto à possibilidade de as famílias manterem o orçamento doméstico dentro da própria realidade”, afirma Gustavo Alvares, diretor-superintendente de relacionamento com o cliente da Neoenergia Brasília. 

TARIFA SOCIAL - Para ter direito ao benefício da Tarifa Social, os clientes precisam atender aos critérios estabelecidos pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel). Atualmente, mais de 47 mil famílias no Distrito Federal são classificadas como baixa renda, quantidade quase quatro vezes superior a fevereiro de 2021. Os moradores do Sol Nascente também estão sendo orientados quanto à necessidade de adequações e manutenções nas instalações internas dos imóveis. 

Com a regularização do fornecimento de energia nas comunidades, os moradores passam a ter direito a todos esses benefícios, mas também passam a ter deveres junto à distribuidora. Após anos de utilização da energia elétrica de forma irregular, os consumidores agora terão, entre outros, o dever de manter suas contas de energia, e demais obrigações para com a distribuidora, em dia. 

PERIGO - A utilização de gambiarras para garantir o fornecimento de energia elétrica é contra a lei e extremamente perigoso. Esses tipos de intervenções na rede de distribuição, sem os devidos cuidados com o uso dos equipamentos de segurança, sem atender as normas do setor elétrico e sem a utilização de profissionais capacitados, podem ocasionar acidentes e incêndios, além de sobrecarga. 

DENÚNCIA - Caso alguma pessoa desconfie de ligações clandestinas ou mesmo de furto de energia por fraude no medidor, ela pode entrar em contato com a Neoenergia Brasília, por meio do 116, e fazer a denúncia. Não precisa se identificar. Além de crime, essas ações colocam em risco a segurança de toda a localidade e prejudicam consideravelmente a qualidade, a continuidade e confiabilidade da rede de distribuição de energia elétrica. ​