Neoenergia Brasília recomenda dicas de segurança elétrica em construções e reformas

​Distribuidora compartilha orientações com clientes sobre prevenção de ocorrências e de acidentes

 

Brasília, 28 de abril de 2022 – Orientar os clientes a realizar a frequente manutenção de instalações elétricas é uma prática recorrente da Neoenergia Brasília. Algumas recomendações são fundamentais para o consumidor ficar atento ao contratar serviço especializado. Uma delas é a necessidade de o profissional manter uma distância segura da rede de distribuição ou, ainda, usar materiais com haste longa (como réguas, rodos de pintura, entre outros) a fim de garantir a segurança em construções e reformas.

Para evitar ocorrências, a distribuidora realiza ações fixas de esclarecimento por meio de mensagens na conta de luz, canais de relacionamento com o cliente, hub de segurança no site da concessionária, publicações nas redes sociais e sites, além de campanhas publicitárias, ações educativas, parcerias com entidades de classe, entre outras iniciativas. ​

"Com a conscientização, os consumidores podem adotar hábitos mais seguros. No caso de construção ou reparos, devem escolher um profissional qualificado para o serviço", orienta a gerente de Saúde e Segurança da Neoenergia Brasília, Rosy Menezes.

Com o compromisso de deixar o consumidor bem orientado, a Neoenergia Brasília recomenda 12 dicas de segurança:

- Profissional especializado: ao fazer a instalação ou reparo elétrico, é necessário contratar um profissional certificado para realizar a atividade. Também é importante recorrer à Região Administrativa de sua localidade para regularizar a situação da construção ou reforma no Conselho Regional de Engenharia e Agronomia (CREA) do estado, para garantir a conformidade e segurança;
- Atenção ao distanciamento da fiação pública: construções ou reformas devem ter, no mínimo, 2,5 metros de distância dos fios do poste. Essa é a medida mais segura para qualquer tipo de obra. Os andaimes, por exemplo, devem ser montados longe da rede elétrica. É preciso atenção para não deixar vergalhões e calhas tocarem na rede;

- Não construir ao redor de postes: é prática ilegal qualquer tipo de construção ao redor de postes em terrenos vazios. A possibilidade de choque elétrico nessa situação é muito alta;

- Observação: a construção muito próxima a postes de iluminação pública também é de grande risco. Para esse caso, o ideal é não realizar a obra ou modificar o poste de lugar, recorrendo à Administração Regional;

- Evite a circulação em áreas com instalações elétricas: esses locais podem oferecer riscos de ocorrências, principalmente dentro de construções. A utilização de escadas móveis, por exemplo, requer cuidado; antes de apoiá-las, é necessário observar a distância dos fios/ rede elétrica;

- Fique atento ao aquecimento ou desligamento automático de aparelhos domésticos: avalie a temperatura de interruptores, tomadas e fios dos aparelhos; e o funcionamento de lâmpadas e equipamentos. É importante prestar atenção se os disjuntores desarmam eventualmente ou se a conta de energia apresenta aumento repentino;

- Substitua fios amassados, com corrosão ou sem a capa isolante: se as fiações estiverem com os fios metálicos à mostra, é necessário trocar imediatamente esses objetos para evitar choques e curtos-circuitos;

- Evite ligações diretas e adaptações: não realize ligações de tomadas, disjuntores ou qualquer adaptação na instalação da rede elétrica;

- Instalação de tomadas e disjuntores longe de locais com água: deve existir uma distância segura entre as pias, torneiras ou outros locais que possuem água ao instalar as tomadas e disjuntores dentro de casa;

- Observação: o mesmo conselho vale para a proximidade de objetos que forneçam calor/superfície quente (fornos ou lareira, por exemplo) e fios, pois pode haver a degradação das capas isolantes protetoras e futuros acidentes decorrentes disso;

- Para reparos elétricos, desligue a chave condutora de energia: em caso de consertos elétricos (seja o reparo de uma tomada ou troca de lâmpada), o ideal é desligar o disjuntor do local antes da ação para bloquear a energia e evitar choques e descargas elétricas;

- Compre produtos com o certificado do Inmetro: ao realizar a compra de componentes como fiação, tomadas, disjuntores, entre outros objetos ligados à parte elétrica, certifique-se de que esses possuem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro). Produtos sem esse certificado podem oferecer, posteriormente, riscos de choques, curtos-circuitos e problemas com o consumo.