Neoenergia Brasília instala equipamentos que melhoram a qualidade do serviço à população

​​                                 Religador.png

Religadores Automáticos reduzem a quantidade de clientes impactados e diminuem o tempo de recomposição da energia em eventuais falhas no fornecimento 

A Neoenergia Brasília segue com o compromisso assumido com a população de investir em infraestrutura do setor elétrico e assegurar a qualidade dos serviços aos mais de 3,3 milhões de pessoas em todo o Distrito Federal. Ao longo desta semana, a distribuidora instala 12 religadores automáticos em Vicente Pires, São Sebastião, Samambaia, Taguatinga, Lago Norte, Planaltina e Paranoá na busca por implantar novas tecnologias e proporcionar inteligência à rede elétrica da capital federal. Essa é mais uma ação em comemoração ao primeiro ano de operação da empresa na cidade.

“Esses equipamentos são automatizados e aumentam a robustez da rede elétrica. Isso reduz a quantidade de clientes impactados em eventuais situações de falta de energia, como queda de galhos de árvores sobre a rede, e diminuem o tempo de recomposição do fornecimento da energia", explica Arthur Franklin Marques, gerente de Operações da Neoenergia Brasília. 

O sistema identifica o ponto em que aconteceu a falha e realiza, de forma autônoma, manobras isolando o trecho danificado. Em até 60 segundos, o defeito pode ser isolado e o serviço é restabelecido para o maior número de clientes, sem necessidade de intervenção humana. 

Só nos meses de janeiro e fevereiro de 2022, a Neoenergia Brasília instalou 108 religadores automáticos no Distrito Federal. As Regiões Administrativas (RA's) que receberam a maior quantidade de equipamentos foram Samambaia (21), Guará (16) e Taguatinga (12). Essa ação beneficiou mais de 1 milhão de pessoas nessas regiões e o investimento foi de mais de R$ 5 milhões. Mais 30 equipamentos serão acrescentados à rede em março e até o final do ano serão implantados mais de 300. 

Em 2021 a distribuidora já havia focado na melhoria, na modernização e na renovação da rede elétrica da capital federal. Prova disso é que foram instalados 379 religadores automáticos, o que representa um aumento de mais de 90% do parque de equipamentos deste tipo existentes na companhia.​