Neoenergia Brasília entrega ao GDF câmaras de refrigeração para armazenar vacinas

​​​​vacinas.png

Em mais uma ação em comemoração ao primeiro ano de operação da Neoenergia em Brasília, a distribuidora realizou, na tarde da última quinta-feira (10), a entrega de refrigeradores científicos destinados a armazenar vacinas contra a Covid-19 e outras doenças. O evento contou com a presença do presidente da concessionária, Frederico Candian, e do secretário de Saúde do Distrito Federal, general Manuel Pafiadache. A empresa doou 15 equipamentos que vão contribuir com a conservação dos imunizantes e com o plano de vacinação na capital federal. A iniciativa integra o Programa de Eficiência Energética (PEE), regulado pela Agência Nacional de Eficiência Energética (Aneel). 

As câmaras de conservação são de fabricação nacional e têm capacidade de 280 litros. O consumo dos refrigeradores científicos será compensado com o recolhimento de 30 equipamentos de refrigeração antigos que serão reciclados e retirados do sistema elétrico para reduzir o consumo de energia. 

Além de apoiar o Distrito Federal nessa questão do armazenamento correto de vacinas e medicamentos, essa ação busca reduzir o consumo de energia", explicou Frederico Candian, presidente da Neoenergia Brasília. “Reafirmamos, com essa iniciativa, o compromisso do Grupo Neoenergia em levar mais do que energia para a sociedade", completou.

As câmaras têm temperatura programável e constante entre 2°C e 8°C, com baterias recarregáveis e autonomia de até 12 horas. Os refrigeradores também possuem sensores e um sistema de alarme remoto à distância, que realiza chamadas telefônicas se houver uma queda de temperatura ou a bateria estiver em um nível baixo. 

“Agradeço a Neoenergia, toda ajuda é sempre muito bem-vinda. Esses refrigeradores vão proporcionar economia de energia e qualidade na armazenagem e entrega das vacinas", afirmou o general Manuel Pafiadache, secretário de Saúde.

Além das câmaras de refrigeração, a Neoenergia Brasília instalará lâmpadas LED, 40% mais eficientes, em postos de saúde, hospitais e consumidores residenciais baixa renda. A intenção é promover a redução no consumo de energia elétrica de prédios públicos e população mais carente. 

SUSTENTABILIDADE - Para receber os 15 novos equipamentos, o GDF vai entregar refrigeradores e freezers antigos para a Neoenergia Brasília. A empresa irá retirar substâncias como os gases CFC (clorofluorocarboneto), que podem contribuir com o efeito estufa, e fazer o descarte correto dos equipamentos. 

A iniciativa da Neoenergia Brasília está alinhada aos compromissos do grupo de combate às mudanças climáticas, ao desperdício de energia e ao programa de eficiência energética da distribuidora", explica Ana Christina Mascarenhas, gerente de Eficiência Energética da Neoenergia. 

UNIDADES DE SAÚDE – Ao longo de 2021, a Neoenergia Brasília teve outra parceria com a Secretária de Saúde do Distrito Federal. Com o avanço da Covid-19 e a lotação dos leitos de UTI, a distribuidora montou um comitê para elaborar os projetos elétricos e de ligação de energia em algumas unidades de saúde. Em tempo recorde, o trabalho, iniciado em abril, proporcionou, em 30 dias, a inauguração dos hospitais de campanha do Gama, de Ceilândia e do Autódromo. 

O comitê contribuiu também para a entrega de cinco Unidades Básicas de Saúde (UBS), em Ceilândia, no Paranoá, no Riacho Fundo II, em Buritizinho e no Vale do Amanhecer, além de mais sete Unidades de Pronto Atendimento (UPAS), em Ceilândia, em Brazlândia, em Vicente Pires, em Planaltina, no Riacho Fundo II, no Paranoá e no Gama. 

Todas as unidades de saúde implantadas com a parceria da Neoenergia Brasília beneficiam mais de 1,2 milhão de pessoas, o que representa 40% da população de todo o Distrito Federal​. 

barra_vantagens_beneficios_lampadas_LED.jpg