Neoenergia Brasília inaugura novo Centro de Operações Integradas

Central, equipada com as mais modernas tecnologias, monitora a rede elétrica em tempo real, permitindo à empresa se antecipar às ocorrências e minimizar impactos para a população

                  Centro-Operacoes-3.jpg         

Em continuidade às ações de inovação e modernização do sistema elétrico do Distrito Federal, a Neoenergia Brasília acaba de inaugurar um novo Centro de Operações Integradas (COI). Com infraestrutura, equipamentos e tecnologia de ponta, a central vai monitorar em tempo real o que se passa em toda a rede, podendo se antecipar a eventuais gargalos e até mesmo operar o sistema à distância com alto nível de confiabilidade, minimizando os impactos de interrupções de energia para a população. O COI está operando nas novas instalações da empresa, no ParkShopping Corporate, e tem associação direta com os investimentos em redes inteligentes e automação do sistema na capital federal.

A nova central tem capacidade três vezes maior que a anterior e funciona ininterruptamente 24 horas por dia, sete dias por semana. Possui 24 posições de monitoramento do sistema elétrico e dois telões principais que apresentam em tempo real a radiografia da rede de energia. Cada uma das estações de trabalho conta com seis monitores acompanhando diferentes indicadores e variáveis. As informações trazidas pelos sistemas oferecem aos controladores inúmeras possibilidades de análise, além de alarmes para suporte na tomada de decisão.

   Centro-Operacoes-02.jpg Centro-Operacoes-1.jpg

Entre as inovações de infraestrutura está a exibição em vídeo wall de um sistema de previsão meteorológica que ajuda as equipes a mapearem os pontos críticos de chuva, antecipando a tomada de decisão e permitindo uma atuação mais ágil nas situações emergenciais. O sistema possibilita monitorar, inclusive, a quantidade de equipes necessárias para atender cada uma das situações identificadas, ampliando a capacidade de gestão da empresa.

Outra novidade é a implantação de um sistema que associa registros de reclamações individuais para identificar remotamente a extensão de um problema, facilitando as decisões e diminuindo o tempo de resposta. “Passamos de um modelo reativo para uma gestão proativa. O COI nos dá amplitude de tudo o que está acontecendo na rede. O sistema nos permite antecipar a identificação de problemas e consegue nos direcionar para a solução da situação de forma mais rápida, assertiva, com segurança e em tempo real, garantindo um gerenciamento melhor das equipes”, explica Madson Melo, gerente do Centro de Operações da Neoenergia Brasília.

INVESTIMENTOS – O investimento em redes inteligentes, sistemas capazes de identificar pontos de falha de forma automatizada, permitindo às equipes isolarem os defeitos remotamente, é uma das principais apostas da Neoenergia para melhorar o serviço oferecido aos brasilienses. Desde o início da concessão, a empresa investiu mais de R$ 70 milhões em todo o DF, com destaque para os equipamentos que permitem operar a rede elétrica à distância.

Foram instalados até agora 160 novos religadores, que atuam no restabelecimento mais ágil da energia em caso de eventuais ocorrências. Também foram instalados sensores de falta, equipamentos que auxiliam, por meio da emissão de um sinal luminoso, as equipes de campo na identificação de um eventual defeito na rede. Foram configurados 25 esquemas de Self-Healing, sistema que isola um defeito na rede e promove a recomposição automática do serviço na maior parte da área afetada, e também um esquema de Transferência Automática de Cargas (TAL), em funcionamento na Subestação 08 e que, por meio de uma série de comandos sequenciais automatizados, reduz o tempo de desenergização da subestação em uma eventual ocorrência, e proporciona o rápido restabelecimento da energia.

As novas tecnologias já aplicadas nas redes elétricas do Distrito Federal beneficiam diretamente mais de 760 mil pessoas e, até o final do ano, a empresa vai instalar mais 450 equipamentos para redes inteligentes. “Evoluímos bastante nesses oito meses de atuação no Distrito Federal, realizando todos os investimentos planejados, e seguimos atuando para melhorar a qualidade do serviço”, afirma o diretor-superintendente Técnico da Neoenergia Brasília, Antônio Carlos Queiroz.

Paralelamente aos investimentos em infraestrutura e equipamentos, a empresa ampliou os canais de relacionamento com o cliente possibilitando mais opções para comunicar eventuais interrupções no fornecimento. Além do teleatendimento 116, o consumidor pode relatar ocorrências por meio do App ‘Neoenergia Brasília’, enviando mensagem para o WhatsApp (61) 3465-9318 ou pelo site www.neoenergiabrasilia.com.br. É importante sempre informar o número da conta contrato para facilitar a identificação e conferir mais agilidade no atendimento do chamado.