Projeto da Neoenergia Brasília troca mais de 200 refrigeradores antigos de moradores de São Sebastião

Iniciativa também substitui lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por modelos LED, 40% mais eficientes

geladeira_.pngNesta sexta-feira (15), o projeto Energia com Cidadania estará em São Sebastião para trocar 111 refrigeradores antigos por modelos eficientes, visando proporcionar economia na conta de luz dos moradores da região. Até o fim do mês, outros 100 equipamentos serão trocados no local. Essa é mais uma ação da Neoenergia Brasília nas comunidades de baixo poder aquisitivo do Distrito Federal na busca por diminuir o desperdício de energia elétrica e adequar o valor das contas de energia à capacidade de pagamento de consumidores cadastrados em programas sociais.

“Para se cadastrar e ter o direito a substituição do refrigerador, o cliente precisa ser beneficiário da Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), estar adimplente com a distribuidora, ter consumo mensal superior a 150 kWh/mês, além de residir nas regiões atendidas pelo projeto", explica Ana Mascarenhas, gerente de Eficiência Energética da Neoenergia. “O foco do Energia com Cidadania é trocar os refrigeradores de maior consumo de energia elétrica e com mais de 10 anos de uso, objetivando reduzir os valores das faturas de energia", completa.

Foi instalado um ponto fixo localizado na Administração Regional de São Sebastião onde os clientes que preenchem os requisitos podem realizar um pré-cadastro e agendar a visita residencial que avaliará as condições do refrigerador.

No total, a concessionária já trocou 3.512 geladeiras em todo o Distrito Federal. Depois de São Sebastião, o Energia com Cidadania vai atuar cadastrando clientes para troca de geladeiras em Planaltina.

TROCA DE LÂMPADAS – Desde o último dia 20 de junho até o próximo sábado (16), a Neoenergia Brasília está também em Ceilândia. Unidades móveis da distribuidora percorrem a comunidade e trocam lâmpadas convencionais por modelos LED, além de orientar a população sobre como utilizar racionalmente os equipamentos elétricos e, assim, economizar energia.

A ação é voltada aos clientes residenciais, que podem trocar até cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes por lâmpadas de LED, 40% mais econômicas. Para receber o kit de lâmpadas novas, os moradores residenciais ou rurais-residenciais devem residir na comunidade ou estarem cadastrados na Tarifa Social de Energia Elétrica (TSEE), não possuir débitos com a concessionária, levar a conta de energia junto com a documentação de identificação do titular e até cinco lâmpadas incandescentes ou fluorescentes usadas (potência igual ou superior a 15W). A próxima região que será atendida com a troca de lâmpadas será a Estrutural.

Até o momento, o Energia com Cidadania já atendeu 17 regiões administrativas e trocou 124.629 lâmpadas ineficientes, beneficiando mais de 74 mil pessoas.