Receptadora de cabos de energia furtados da Neoenergia Brasília é detida em flagrante no Guará

Veículo usado no transporte foi interceptado pela Polícia Civil da 4° DP, após denúncia anônima


Na tarde da última terça-feira (8/2), investigadores da Seção de Investigação Geral da 4ª Delegacia de Polícia (DP) do Guará, no Distrito Federal, interceptaram veículo abastecido com cabos de energia furtados da Neoenergia Brasília, após receberem denúncia anônima.

Em diligências, os agentes responsáveis pela investigação identificaram a proprietária de um ferro velho como responsável pela aquisição dos cabos de origem ilícita. Os cabos estavam no interior do veículo da proprietária do estabelecimento e foram recolhidos para o depósito da delegacia. Por ser crime inafiançável na esfera policial, a receptadora foi detida e encontra-se à disposição da Justiça.

Após a prisão da receptadora, colaboradores e técnicos da Neoenergia Brasília compareceram à 4° DP para fazerem o reconhecimento dos cabos de energia furtados e auxiliar nas investigações.

Esse tipo de furto interrompe, de forma inesperada, o fornecimento de energia, gera transtornos para a sociedade, além de inúmeros prejuízos.  As regiões da capital federal mais atingidas são as que possuem redes subterrâneas, sendo a Asa Norte, a Asa Sul, o Sudoeste e Águas Claras as de maior recorrência.

O cobre é um metal nobre e excelente condutor de energia elétrica. Os criminosos furtam esse material na tentativa de revendê-lo para receptadores, que podem ser enquadrados no crime de receptação e serem presos. A prática, além de crime, é perigosa. O criminoso pode sofrer um choque elétrico e até falecer durante o furto.

Pessoas que utilizam equipamentos vitais em casa ou nos hospitais também podem perder a vida se ficarem sem o fornecimento de energia.

SENSORES – Como medida preventiva, a Neoenergia Brasília iniciou a implantação de sistemas eletrônicos de segurança em subestações e galerias subterrâneas. A ideia é limitar o acesso às instalações de pessoas não autorizadas e repassar para as autoridades policiais informações estratégicas que possam auxiliar na identificação e prisão de criminosos.

DENÚNCIA - A população pode ajudar sempre que presenciar ações de pessoas suspeitas, sem o uniforme da Neoenergia Brasília e com carros descaracterizados. A orientação é ligar e fazer uma denúncia anônima para a Polícia Militar pelo telefone 190.​